HADDAD OU BOLSONARO? VEJA O VÍDEO:




Blogueira Patyziul comenta sobre sua visita na 25ª Edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo começou nesta sexta-feira (3), trazendo grandes best-sellers e também autores brasileiros que arrastam multidões. Com o tema, “Venha fazer esse download de conhecimento”, a feira acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, de terça a sexta-feira, das 9h às 22h, e aos sábados e domingos, das 10h às 22h, com ingressos entre R$20 (durante a semana) e R$25 (aos finais de semana).

Quem acompanha meu instagram (@patyziul) sabe o quanto sou alucinada por leitura, então todos os anos vou a Bienal do Livro. Tento ir sempre nos primeiros dias, assim consigo autógrafo dos autores que mais admiro.

Hoje acordei cedo e super animada, cheguei a bilheteria ainda estava fechada, esperei 30 minutos para comprar meu ticket. Quem acompanhou pelos stories no instagram viu a energia das pessoas aguardando a entrada.

Dica: antes de sair de casa, faça uma lista com seus livros para comprar. São muitos, e muitos livros, e no meio de tantas opções e fácil voltar sem o que você queria. Então foco, e faça sua listinha.

 

Autógrafo:
Quem quiser autógrafo e trocar ideias com seus ídolos literários, a Arena Cultural BIC apresenta sessões de autógrafos com vários convidados. Quem quiser pode escolher a sessão e retirar senha pelo site do evento. Para o Espaços de Autógrafos Suzano, que reunirá apenas escritores brasileiros, as senhas serão distribuídas diariamente.

Cozinhando com Palavras:
você encontra debates e aula-show dedicados à reflexão sobre a relação da gastronomia.Lá você pode encontrar o chef colombiano Juan Manuel Barriento, do estrelado El Cielo, Morena Leite, Gabriela Kapim, Zeca Carmago, Breno Lerner, Janaina Rueda, Olivier Anquier, Rodrigo Oliveira e outros.

Destaques da Bienal do Livro de SP 2018:

1. Best-sellers internacionais

  • David Levithan, americano que assina “Todo dia”, obra cuja adaptação para o cinema acaba de estrear no cinema, e autor de obras de temática LGBTQ;
  • Marissa Meyer, americana que escreveu a série “As crônicas lunares”, com versões futuristas de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel e Branca de Neve;
  • Beth Reekles, autora de “A barraca do beijo”, que inspirou o filme de mesmo nome e faz bastante sucesso entre os jovens;
  • A.J. Finn, autor de “A mulher na janela, que vai ser adaptado para o cinema com Amy Adams na pele da protagonista;
  • Charlie Donlea, escritor americano autor de “A garota do lago” e “Deixada para trás”;

2. Autores brasileiros

  • Mauricio de Sousa, criador da “Turma da Mônica”;
  • Ziraldo, “pai” do Menino Maluquinho e de muitos outros personagens;
  • O escritor e cronista Antonio Prata;
  • O best-seller de livros policiais Raphael Montes;
  • Julián Fuks, um dos mais premiados jovens escritores do país, autor de “A resistência”;
  • Luiz Ruffato.

 

Para quem curte aquela selfie interessante, vá preparado. A Bienal esta repleta de lugares divertidos e inusitados para suas fotos.

Outra coisa super interessante, foi a quantidade de crianças espalhada pelo pavilhão com seus pais. Confesso que fiquei feliz, o habito da leitura fica fácil quando se começa cedo. E embora escute algumas pessoas dizendo que o Brasil não tem jeito, hoje tive a oportunidade de enxergar isso de outra forma. Os pequenos são o futuro.

Na minha lista de compras: 

  • “Socorro meu vídeo bombou na internet”
  • “Menina desliga o celular”
  • “Massagem da sorte”

Os preços não são lá tão atraentes, mas há estandes de liquidações, com títulos a partir de 5 reais. Livros para todos os gostos.

Tive a oportunidade de ver o Ziraldo, autor do Menino Maluquinho, e Fernanda Nia autora do livro “Mensageira da Sorte”, livro este que comprei e ganhei autógrafo.

Com relação estrutura não tenho o que reclamar, a praça de alimentações esta cheia de opções.

Na minha opinião esse ano não foi a melhor edição da bienal, achei que ficou um pouco a desejar. Senti falta do galeria recorde, Saraiva, Itaú que na edição passada tinha, porém para quem está indo a primeira vez vai achar incrível.

Vou tentar voltar no meio da semana, quando é mais tranquilo. E para você que, assim como eu é amante da leitura, corre lá no instagram @patyziul essa semana tem sorteio de mais um livro.

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Quando: de 3 a 12 de agosto
Onde: Pavilhão Anhembi (Pavilhão de Exposições do Anhembi, Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana)
Ingressos: R$ 20 (com meia-entrada) de segunda a quinta-feira; e R$ 25 (com meia-entrada) de sexta-feira a domingo.
Site oficial: www.bienaldolivrosp.com.br

 

Xoxo, 

Patyziul.

http://www.patyziul.com.br

Faça seu comentário sobre isso...